Posts Tagged Gil Salgueiro Nave

“Clube dos Pessimistas”de Abel Neves no Teatro das Beiras

Cartaz clube dos pessimistas web

ESTREIA
CLUBE DOS PESSIMISTAS, de Abel Neves

22.abril | 21h30
em cena: 22 e 23.abril, 26 a 30.abril, 4 a 7.maio > 21h30
COVILHÃ > Auditório Teatro das Beiras  

Um clube…parece um lugar próximo, possível…não fora a extravagância do seu conceito, dos seus intuitos, dos seus serviços e a bizarria comummente partilhada pelos seus corpos sociais e pelos seus utilizadores. Poder-se-ia dizer tratar-se de um lugar tão vulgar como qualquer outro, um clube. Mas este é um clube estranho…onde simultaneamente se disponibilizam serviços funerários, botões, linhas, “retrosarias” várias, onde em tom de irónica comédia se receita o pessimismo como forma de olhar para o mundo sustentando a sigla “quanto pior, melhor”. “Vendas e consultadoria” prescrevem este ideal como antídoto para todos os males induzindo soluções ainda piores. Simultaneamente as novas tecnologias marcam presença neste lugar soturno carregado de anacronismos e contradições, propondo uma feliz e antagónica coexistência sob o lema “em frente está o abismo. Avancemos!”
Personagens estranhos num mundo estranho e simultaneamente tão próximo e real, sustentam uma metafórica dissertação sobre o estado civilizacional do tempo que nos é dado a viver. O nosso tempo.

Autor: Abel Neves | Encenação: Gil Salgueiro Nave | Cenografia, Figurinos e Cartaz: Luís Mouro | Desenho de luz: Jay Collin | Canções e Sonoplastia: Helder F. Gonçalves | Assistente de cenografia e figurinos: Joana Forte | Costureira: Amélia Cunha | Fotografia: Paulo Nuno Silva | Vídeo: Ivo Silva | Operação de Luz e Som: Jay Collin | Apoio à produção: Celina Gonçalves| Interpretação: Cláudia Lázaro, Miguel Telmo e Sónia Botelho

Agradecimentos: Isabel Bilou, Carmen Cabeleireiros, INATEL Covilhã, Rubrica

Duração: 80 minutos                                                                                                                                 Espetáculo para maiores 12 anos

Reservas pelo telefone 275 336 163

 

Anúncios

, , , ,

Deixe um comentário

Encenador de “Provavelmente uma pessoa”

Gil Salgueiro Nave acompanha-nos mais uma vez na produção de um espectáculo. Dando o seu cunho como encenador em “Provavelmente uma pessoa”, Gil Salgueiro Nave traz toda a sua experiência para este espectáculo com estreia em Outubro em Évora.

Encenador, actor e músico. Nascido em Belmonte, a 3 de Fevereiro de 1955.

Após intensa actividade ao teatro amador antes da década de 70, ingressou em 1979 na Escola de Formação Teatral do Centro de Cultura de Évora. Desde sempre ligado a projectos de descentralização cultural, trabalhando com as companhias de teatro: Bonifrates, Centro Dramático Intermunicipal Almeida Garrett e principalmente no Centro Dramático de Évora, onde tem praticamente desenvolvido a sua actividade como actor, músico e encenador. Ultimamente tem assegurado uma presença regular no projecto do Teatro das Beiras, sediado numa região onde é originário.

Como actor participou em dezenas de espectáculos e contactou  com autores diversos como: Aristófanes, Gil Vicente, Bem Jonson, Cervantes, Mérimé, Marivaux, Goldoni, Tchekov, O’Casey, Raul Brandão, Valleinclain, Pirandelo, Buchner, Brecht, Edward Bond, Michel Vinaver, entre outros.

Dos muitos encenadores com que trabalhou destacam-se: Mário Barradas, Luís Varela, Fernando Mora Ramos, José Peixoto, Pierre Etiene Heyman, Jean Pierre Sarrazac, Pedro Alvarez Osório.

Das duas dezenas de encenações que realizou destacam-se autores como: Gil Vicente, Anrique da Mota, António Ribeiro Chiado, Lope de Rueda, Miguel de Cervantes, Carlo Goldoni, Sean O’Casey, Garcia Lorca, Tennessee Williams e outros autores contemporâneos como Helene Parmelin, Françoise Pillet e Michael Ende.

Participou em vários estágios sobre teatro e animação cultural, expressão dramática, semiótica teatral, teoria e prática Alexander e dramaturgia contemporânea norte-americana.

Tem experiências esporádicas na área do cinema.

Tem integrado grupos de trabalho como pedagogo especialmente na Escola de Formação Teatral do Centro Cultural de Évora e ensinos artísticos na Universidade de Évora.

, , , ,

Deixe um comentário