Festival Y#10 – 29 de maio “Sast!”

Org.: Quarta Parede – Associação de Artes Performativas da Covilhã

29 de maio, às 21h30 no Auditório do Teatro das Beiras
Matxalen Bilbao
Ideia original, criação, coreografia e interpretação: Matxalen Bilbao

Direção: Atxarte López de Munaín e Matxalen Bilbao

Música: Itziar Madariaga

Vídeo: Leyre Llano

Desenho de luz: Gabriel Punzo

Desenho e construção de cadeira: Ibón Basañez

Fotografia: Ricardo Bautista, Aintzane Aranguena

Produção: Matxalen Bilbao, Gobierno Vasco
Colaboração: CAPa [Centro de Artes Performativas do Algarve] e La FuNdicIOn


Sinopse:

sast! (Onomatopeia. Voz que reflete o som que se produz ao introduzir ou roçar um corpo no outro)

“… o peso dos passos, o peso do cabelo,

o peso das pálpebras,

o peso de pestanejar, o peso das unhas cortadas,

o peso da respiração,

o peso das palavras,

é o peso da energia vital”

Giuseppe Penone. “Respirar a sombra”

Peça íntima, um solo acompanhado. SAST! indaga no humano através de uma visão abstrata do corpo, sem chegar a uma história, transita pelas vivências gravadas no corpo. Pensar é pesar, o pensamento não sobrevive sem a experiência da força da gravidade.

Experimentar o precário equilíbrio e a rugosa fricção entre o corpo e o meio, achando refúgios na fragilidade. Imagens que medeiam entre o espaço interior e o espaço exterior da intérprete.

“… Por um momento, através do movimento, recupero efemeramente a minha estabilidade, só para voltar a perdê-la através do mesmo movimento. Como a árvore, procuro de forma incessante o equilíbrio.”

Biografia:

Matxalen desenvolve o seu trabalho em Bilbao. A base do seu trabalho é o próprio corpo, investiga nas próprias estruturas a dança, construindo o discurso através do movimento, um trabalho com um evidente discurso abstrato. Entende o corpo como uma entidade complexa num contínuo processo de transformação e de diálogo com o espaço; uma pulsão interna que lhe transmite qualidades e emoção.

As suas peças possuem uma forte componente estética, onde se conjugam a música, até agora sempre original, e as imagens de vídeo.

Oito peças avalizam o seu percurso. Quatro solos, um duo, um trio e dois quartetos perfazem a sua obra. As suas peças mais destacadas são “Sast!” (2009), “Haiku 4” (2007), “Capricho” (2005), “Lotura” (2004), “Mutis” (2003).

Possui uma licenciatura em Educação Básica, com uma especialidade em Ciências Humanas, pela U.P.V. Em 2007-2008 obteve o grau de Mestre em Artes e Ciências do Espetáculo – UPV. Desde 1998, concilia o trabalho de intérprete com o de coreógrafa.

Dançou para as companhias “Matarile Teatro” (Centro Dramático Gallego), “Damián Muñoz Danza”, “Blanca Arrieta”, “Com buen pie”, “Forros” (La Fundición).

Advertisements
  1. Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: