Estreia “Subterrâneos de Alice” no auditório do Teatro das Beiras

“Subterrâneos de Alice” é a nova criação da Quarta Parede, um espetáculo de teatro de objectos/multimédia, a partir de “As Aventuras de Alice no País das Maravilhas” de Lewis Carroll, com direção de Sílvia Ferreira. Estreia a 24.Março.2011.e estará em cena até dia 2 de Abril.2011 [excepto segunda-feira, dia 28].

“Subterrâneos de Alice”, a nova criação da Quarta Parede, estreia no dia 24.Março.2011 [quinta-feira] e estará em cena até dia 2.Abril.2011 [exceto dia 28.Março], no Auditório do Teatro das Beiras [Covilhã], às 21h30. “Subterrâneos de Alice” parte da obra “As Aventuras de Alice no País das Maravilhas” de Lewis Carroll. É um espetáculo de teatro de objetos/multimédia, com direção de Sílvia Ferreira, dirigido ao público em geral a partir dos 12 anos.

Sinopse:
Subterrâneos de Alice parte do ato de ler.

4 de Julho de 1865 É publicada a obra Alice’s Adventures in Wonderland, uma versão ampliada do manuscrito Alice’s Adventures Under Ground. O seu autor, Charles Lutwidge Dodgson, assina esta publicação com o pseudónimo de Lewis Carroll.
Depois surgiram os Inventários. Os Inventários são enumerações ordenadas e minuciosas de bens que pertencem ou pertenceram a uma pessoa ou entidade. Neste caso, constituem-se como enumerações ordenadas de elementos que pertencem a uma obra literária – esta: As Aventuras de Alice no País das Maravilhas – que apresenta dois universos paralelos: no primeiro, o tempo e o espaço estão convencionados e são comuns a todos, no segundo, cada um cria o seu próprio tempo e o seu próprio espaço e consegue facilmente entrar e sair do tempo e espaço dos
outros.
Fevereiro de 2011 Decidi retirar do papel todos os inventários que elaborei à volta de As Aventuras de Alice no País das Maravilhas. Colocá-los à vista. Tornar palpável cada elemento que os constitui. Os Inventários que criei à volta da obra partiram do primeiro universo, mas, subitamente, caíram a um poço, e aterraram no segundo. O que ficou depois deste acontecimento já não é uma enumeração ordenada das Aventuras de Alice no País das Maravilhas, é outra coisa. 28 de Fevereiro Revejo as Personagens que Alice conheceu no País das Maravilhas e não as reconheço.
Durante o espetáculo, pode acontecer (a nós por vezes acontece), que um som, um objeto, uma imagem – um movimento ou uma palavra talvez – pareça revelar-nos quem é Alice, qual o sentido das suas aventuras e como se chega ao País das Maravilhas. Mas logo aparece o sorriso do Gato a lembrar: Oh, para que isso aconteça, tens de caminhar muito.
Ficha artística:
Direção: Sílvia Ferreira
Texto: Sílvia Ferreira, com excertos de
“As Aventuras de Alice no País das Maravilhas”de Lewis Carroll

Espaço Cénico | Interpretação: Maria Belo Costa, Sílvia Ferreira
Espaço Sonoro: Defski
Desenho de Luz: Pedro Fonseca
Operação Técnica de Luz e Som: Rui Gonçalves
Cartaz: Joana Marques, Octávio Mourão
Registo Vídeo e Spot: Rodolfo Pimenta, Joana Torgal
Produção executiva: Celina Gonçalves

, , ,

  1. Deixe um comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: